SEJA BEM VINDO!

__________________________

"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."
[Chico Xavier]


"Aimez-vous les uns les autres"

S-E-G-U-I-D-O-R-E-S

terça-feira, 24 de junho de 2014

Tudo MUDA!

Imagen extraída de ideiafixa.com (Filosofia do Design)

"No espaço e no tempo, todas as coisas mudam. Transformam-se.
Nada tem forma permanente.
A única coisa permanente é a impermanência.
Modificar-se é o início da sabedoria".
(Martin Claret)

Assim o é!
A partir do momento em que nos predispomos a conhecer, a buscar a sabedoria e a tentar compreendê-la, iniciamos a nossa própria transformação e modificamo-nos.
Esse é o princípio.
É assim que o indivíduo começa a evoluir para se tornar sujeito, construindo-o, moldando-o, lapidando-o dia a dia.
Esse é o objetivo: tornarmo-nos sujeitos.
Vivermos ao invés de apenas sobrevivermos.
Deixarmos de ser meros indivíduos, semelhantes à coisas, para nos conduzirmos ao caminho do saber.
Esse percurso só cabe a nós mesmos.
Apenas eu tenho a capacidade de me modificar, sabendo conscientemente onde desejo chegar, o objetivo que desejo alcançar.
Sabendo, passo a ter consciência do conhecer e me construo melhor, me torno sujeito, que é passível de desenvolvimento e evolução.
Um animal se desenvolve, assim como uma planta, mas nenhum destes possui consciência disso.
E é exatamente esse ponto que nos faz distintos, que nos torna passíveis de "devir outro" ou de nos tornarmos melhores a cada experiência vivenciada, ultrapassando-nos sempre e mais a cada dia.
Tudo muda! Tudo se transforma! Sempre...
Apenas o impermanente é permanente...

PVQ
SP, 24.6.2014.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

quarta-feira, 14 de maio de 2014

AS PEQUENAS GRANDES COISAS


"Foi de mesquinharia em mesquinharia, de pequena em pequena coisa, que finalmente as grandes coisas se formaram". (Foucault ao analisar Nietzsche)

Acredite no cotidiano, no esforço diário, nas pequeninas atitudes, nas vitórias diárias...
É a somatória de tudo isso que faz a história da vida.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Benvenuto alla mia vita!


Picture by Bruno Karim

Já fui um pouco de cada coisa, tudo junto e misturado... 
Hoje sou meio Paula, meio Thiago, meio Enzo e meio Pietro, tudo junto e misturado, sem parar e sem pressa... 
Minhas prioridades nem são mais tão minhas, meus desejos nem são mais tão meus, minhas alegrias batem por corações que pulsam fora de mim.
Contudo, ainda sigo sendo um pouco da minha história, do meu aprender, dos meus amores, das minhas dores, do meu sonhar, do meu sorriso rasgado e sonoro, da minha alma que tem um pouco de altruísta mas que o tempo também fez ficar um pouco egoísta e já tornou a se quebrantar outra vez.
Nasci, cresci e permaneço sonhadora.  
Sempre achei que havia um "mundo grande" me esperando lá fora e que quando eu o descobrisse seria difícil eu me contentar com aquele quartinho cheiroso, organizado e cor-de-rosa no qual eu vivi uma década e meia de minha vida. 
Não consigo perder a esperança no mundo, nas pessoas e nos sentimentos... 
Romântica incurável e confessa, ariana indomável e apaixonada (às vezes até apaixonante), opiniões firmes mas não inflexíveis, desde que os argumentos fundamentem o bastante para me fazerem ver as coisas de jeito menos turvo ou duvidoso... 
Se for para ser turvo, que seja o meu vinho: tinto e dentro de uma taça de cristal bem fino em cima de uma mesa acompanhado de um papo bom! 
Amo respirar, amo voar, amo mergulhar, amo correr... Isso tudo e muito mais porque na realidade amo esse gosto de vida que sinto a cada dia na ponta da minha língua! (diz a ciência que a ponta da língua nos faz sentir o sabor doce) 
Amo tudo o que brilha: olhos, pedras, pessoas... 
Gente tem que brilhar, tem que ter luz... Gente opaca é sem graça demais. 
Amo aprender e amo ensinar e ensinando é onde aprendi mais do que em qualquer outra circunstância. 
Aprendi com a vida que para ser feliz é preciso ser valente... Eu nunca conheci nenhum covarde feliz. 
Joguei fora os meus medos e lutei por aquilo que eu quis, pois ninguém faria isso por min melhor do que eu mesma. 
E assim acabei descobrindo o amor e descobri também que a melhor coisa que se pode acontecer é casar por amor! Casar por pena, medo de ficar velha sozinha, segurança ou casar por casar é a pior besteira que alguém pode fazer por si mesmo. 
Viver é a maior riqueza que Deus nos entregou ao soprar Zoe em nosso Bios... 
Não há tempo a perder, preciso "viver tudo o que há pra viver".
Ainda tenho muito o que ler, escrever, estudar, trabalhar, criar, contribuir, viajar, dançar até tirar o salto, rir, chorar, amar, comemorar, brindar, contribuir, enfim... VIVER! 
Por isso, meu Deus, me permita abrir baús de historias, fotos e livros com bisnetos ou, quiçá, tataranetos. 
Amém! 

www.paulaveit.blogspot.com

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Me importo com quem se importa...


Cheguei a um estágio de minha jornada ao qual nunca imaginei que pudesse existir...
Um nível de consciência que me alivia, me fortalece, me torna mais leve.
Em resumo ele compreende a ideia de que: "me importo com quem se importa". Simples assim!

Noutras palavras, de modo mais extenso e minucioso:
Não me importo com quem não se sente feliz por eu existir e fazer parte de sua vida;
Não me importo com quem me odeia;
Não me importo com quem me deseja o mal;
Não me importo com quem sente inveja e raiva sem nem saber o porquê;
Não me importo com quem conhece só a minha capa e não sabe quem sou de verdade, ou seja, um ser humano que envelhece, que ri, que chora, que comemora e que sofre, como todos os que estão aí para definhar um dia sobre a terra inexoravelmente...
Não me importo com quem quer me ver mal;
Não me importo com quem se alegra com minhas derrotas;
Não me importo com opiniões ferinas, detestáveis ou maléficas a meu respeito (exceto se tiverem tom construtivo).
Não me importo de verdade!
Não me importo, não sinto vergonha e nem dor por essas pessoas!
O único sentimento que ainda me resta a esses desimportantes é a PENA...

E a paz me invade!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

A hora pode não ser agora. Mas ela é sempre sua. Aproveite.

A HORA NÃO É AGORA.
A dieta não começa na segunda. Início do mês não é para guardar dinheiro. E Dezembro não é para sair correndo terminando tudo que nem sequer começou. Abraços podem não ser dados. Beijos não beijados. Mãos podem nunca se encostar e almas nunca se encontrar.
Em 2013, desejo que sua dieta (seja de corpo, seja de alma) comece quando o seu tempo estiver certo. Afinal, sua força de vontade é bem maior quando faz algo por você do que quando faz pelos outros.Quando estiver preparado. De repente, até mesmo na segunda :P
Desejo que descubra o que realmente quer da vida. E vá atrás. As dificuldades vão parecer mais leves quando as encarar por algo que está dentro de você.E, quando vai atrás do seu sincero desejo, acaba descobrindo que soluções para situações complexas podem ser bem mais simples do que antes imaginava.
360 se tirarmos o carnaval... :)
E desejo que esses últimos dias de 2012 não sejam de cobrança pelo que não foi vivido(ou de culpa pelo que foi). Pense no que se passou, anote os aprendizados e perdoe os erros. 365 dias a mais despontam no horizonte e eles estão recheados de transformações.
Não espere que eu diga que 2013 será fácil e que tudo ficará bem. Mas, você tem a possibilidade de viver, tentar e aprender. Afinal, abraços ainda podem ser dados. Beijos beijados. Mãos têm mais chance de se encostar e almas de se encontrar.
A hora pode não ser agora. Mas ela é sempre sua. Aproveite.Fonte: Personane

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

FELIZ OLHAR NOVO!



By Carlos Drummond de Andrade
O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita de felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais…, mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem! Este ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal. As vezes a gente espera demais das pessoas. Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal.
O ano que vai entrar vai ser diferente. Muda o ano, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que desejo para todos é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em boa experiência! Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim… Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3. Ou mude-o de classe, transforme-o em colega. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou? Beleza, não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro): CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE.
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam bem diferentes.
Desejo para todo mundo esse olhar especial.
O ano que vai entrar pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro. O ano que vai entrar pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular… ou… Pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você! Pode ser. E que seja!!!
Feliz olhar novo!!! Que o ano que se inicia seja do tamanho que você fizer.
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!”

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Tomo II de nossas vidas... The Book of Love!

Esse 06 de dezembro não poderia passar em branco...
DOIS anos se passaram...
Há 732 dias não respiro sem você!
Te amo sempre.

Segue nosso hino de vida para arejarmos nossos votos:


HINO AO AMOR

Se o azul do céu escurecer

E a alegria na Terra fenecer
Não importa, querido
Viverei do nosso amor

Se tu és o sol dos dias meus
Se os meus beijos sempre foram teus
Não importa, querido
O amargor das dores desta vida

Um punhado de estrelas no infinito irei buscar
E a teus pés esparramar
Não importa os amigos, risos, crenças e castigos
Quero apenas te adorar

Se o destino então nos separar
Se a distante morte te encontrar
Não importa, querido
Porque morrerei também

Um punhado de estrelas no infinito irei buscar
E a teus pés esparramar
Não importa os amigos, risos, crenças e castigos
Quero apenas te adorar

Quando enfim a vida terminar
E dos sonhos nada mais restar
Num milagre supremo
Deus fará no céu eu te encontrar